O Código da Vinci (Dan Brown)

"Abram a mente, meus amigos. Todos nós tememos aquilo que foge à nossa compreensão".
Título: O Código da Vinci
Autor: Dan Brown
Editora: Sextante
Páginas: 423

Abaixo da antiga Roslin ‘stá o Graal.
Pela arte dos grandes mestres velada jaz.
Lâm’na e cálice guardam-lhe o portal.
Sob estrelado céu descansa em paz.

Sinopse: Um assassinato dentro do Museu do Louvre, em Paris, traz à tona uma sinistra conspiração para revelar um segredo que foi protegido por uma sociedade secreta desde os tempos de Jesus Cristo. A vítima é o respeitado curador do museu, Jacques Saunière, um dos líderes dessa antiga fraternidade, o Priorado de Sião, que já teve como membros Leonardo da Vinci, Victor Hugo e Isaac Newton. Momentos antes de morrer, Saunière consegue deixar uma mensagem cifrada na cena do crime que apenas sua neta, a criptógrafa francesa Sophie Neveu, e Robert Langdon, um famoso simbologista de Harvard, podem desvendar. Os dois transformam-se em suspeitos e em detetives enquanto percorrem as ruas de Paris e de Londres tentando decifrar um intricado quebra-cabeças que pode lhes revelar um segredo milenar que envolve a Igreja Católica. Apenas alguns passos à frente das autoridades e do perigoso assassino, Sophie e Robert vão à procura de pistas ocultas nas obras de Da Vinci e se debruçam sobre alguns dos maiores mistérios da cultura ocidental - da natureza do sorriso da Mona Lisa ao significado do Santo Graal. Mesclando com perfeição os ingredientes de uma envolvente história de suspense com informações sobre obras de arte, documentos e rituais secretos, Dan Brown consagrou-se como um dos autores mais brilhantes da atualidade. "O Código da Vinci" prende o leitor da primeira à última página.


Resenha: Como sempre digo: quem lê Dan Brown não se arrepende! Os livros dele são incríveis, e também muito famosos, quem nunca leu O Código da Vinci ao menos já assistiu ao filme, que aliás é muito bom também. Bom, a história começa quando ocorre um assassinato dentro do museu do Louvre em Paris. Chamam então o nosso lindo e charmoso Robert Langdon para investigar o caso, e junto com ele a senhorita Sophie Neveu, neta do senhor que foi assassinado. Só que a investigação acaba tomando um rumo diferente e eles acabam se tornando os principais suspeitos da morte de Jacques Saunière, pois em seu peito, antes de morrer, ele escreveu o nome de Robert Langdon. E é aí que começa a aventura! Eles passam a investigar a morte de Jacques sendo perseguidos pela polícia da França, o que não deve ser nem um pouco fácil, mas estamos falando do Langdon e ele consegue tudo! hahaha
Acabam descobrindo que Jacques fazia parte da sociedade secreta conhecida como Priorado de Sião, que, de acordo com documentos encontrados na Biblioteca Nacional de Paris, possuía inúmeros membros famosos como Sir Isaac NewtonBotticelli,Victor Hugo e Leonardo da Vinci (isso dizem que é verdade, mas eu não sei se é mesmo). Eles vão seguindo as pistas deixadas pelo avô de Sophie para descobrir o significado de tudo aquilo, eles não tinham muitas pistas, precisavam descobrir o segredo, mas todos que os guardavam também foram assassinados. 
A história fala sim muito sobre a Igreja Católica, mas eu, mesmo sendo católica, tentei não levar para o lado pessoal, afinal não há provas de que tudo o que ele diz no livro é real, muita gente acredita, mas não se sabe ao certo, e talvez nunca iremos saber, o que importa é a fé, então quem ler não tente levar para o lado pessoal, o autor faz várias críticas e denuncias graves à Igreja nesse livro.
O livro te prende do início ao fim, com muitas histórias sobre rituais, religião, obras de arte e documentos guardados à sete chaves, por tudo isso você não consegue parar de ler, tanto que li em poucos dias, por ser uma leitura fácil e cheia de suspense.
O autor utilizou sim de temas polêmicos talvez para a obra fazer sucesso, o que ocorreu de fato, mas aconselho a ler como um bom passatempo, não como algo real, até porque não se tem provas do que é ou não real.

Críticas (Wikipédia): Apesar de o livro afirmar que todas as descrições de obras de arte, arquitetura, documentos e rituais secretos lá contidas seriam apuradas, argumenta-se que muito do que Brown escreveu é factualmente impreciso. O livro tem recebido críticas de religiosos, argumentando que Brown distorceu os fatos históricos. O modo controverso como Dan Brown trata a Igreja Católica tem eliciado muitas críticas. O livro tem tido muitas vezes uma resposta negativa entre grupos cristãos.- Opus Dei: "A prelazia pessoal do Vaticano, conhecida como Opus Dei, é uma organização católica profundamente conservadora, que vem sendo objeto de controvérsias recentes, devido a relatos de lavagem cerebral, coerção e uma prática religiosa conhecida como mortificação corporal. A Opus Dei acabou de completar a construção de uma Sede Nacional em Nova York, ao custo de 47 milhões de dólares".- Cavaleiros Templários: "(...) o Priorado de Sião criou uma ramificação militar - um grupo de nove cavaleiros chamado de Ordem dos Pobres Cavaleiros de Cristo e do Templo de Salomão - Langdon fez uma pausa. - Mais conhecida como os Cavaleiros Templários". Fato 2: A Ordem dos Cavaleiros Templários realmente existiu.- A formação da Bíblia: Na página 220 de O Código Da Vinci, temos a seguinte declaração: "- Aí é que está! - exclamou Teabing, cheio de entusiasmo. - A ironia fundamental da cristandade! A Bíblia, conforme a conhecemos hoje, foi uma colagem composta pelo imperador romano Constantino, o Grande". Dan Brown, aqui faz referência ao Concílio de Niceia, onde a Santa Igreja Católica Apostólica Romana, decidiu quais livros seriam compostos na Sagrada Escritura.- Os Evangelhos: Na página 220 de O Código Da Vinci, o personagem Teabing afirma que "80 evangelhos foram estudados para compor o Novo Testamento, e no entanto apenas alguns foram escolhidos Mateus, Marcos, Lucas e João".- Maria Madalena: Ela teria sido na verdade esposa de Cristo. Afirmações de obtidas por interpretações feitas à obra de Leonardo Da Vinci, tais como:a) a suposta presença de Maria Madalena na pintura A última ceia que se deveria a feições femininas atribuídas ao apóstolo João (que se encontra ao lado de Cristo);b) à simetria formada entre Jesus e Madalena, que supostamente representaria o elemento feminino;c) às roupas usadas por eles durante à ceia, pois estariam vestidos de maneira oposta: Jesus de veste vermelha e manto azul, e Madalena de veste azul e manta vermelha (que supostamente, na época, significava a união de um casal pelo sagrado matrimônio). A ceia foi desenhada por Da Vinci, o que não garante a verdade. Da Vinci pôde ter feito isso por conta própria (uma espécie de liberdade poética, apresentando mensagens subliminares, dando uma visão mais ousada e polêmica à obra).
Filme: (Wikipedia)
- Data de lançamento: 19 de maio de 2006 (Estados Unidos)
- Direção: Ron Howard
- Gênero: Policial / Suspense
- Estúdio: Columbia Pictures Imagine Entertainment
- Orçamento: US$ 125 milhões
- Elenco: 
. Tom Hanks — Robert Langdon
. Audrey Tautou — Sophie Neveu
. Ian McKellen — Sir Leigh Teabing
. Alfred Molina — Bispo Aringarosa
. Paul Bettany — Silas
. Jean-Pierre Marielle — Jacques Saunière
. Etienne Chicot — Membro da Opus Dei
. Seth Gabel — Clérigo
- Reações ao filme: O filme recebera muitas críticas e foi vaiado no Festival de Cannes. Fãs do livro de Dan Brown alegam que o filme não passa a verdadeira mensagem que o livro traz. Mesmo com toda essa crítica o filme foi recorde de bilheteria de, aproximadamente, US$ 760 milhões nas bilheterias do mundo inteiro. A Organização Nacional para o Albinismo e Hipopigmentação (NOAH) dos Estados Unidos expressou sua preocupação sobre o personagem Silas relacionar uma imagem ruim aos albinos.

24 comentários. Clique aqui para comentar também.:

Kel Araujo disse... [Responder comentário]

Oi flor, tudo bem?

Eu gosto muito da escrita do Dan Brown. Como adoro um bom suspense, acho que ele se dá muito bem nesse gênero. Apesar dele colocar algumas criticas religiosas no livro e sempre querer falar da Igreja Católica (não gosto muito quando o livro começa a misturar as coisas), os livros do Dan te prendem de uma forma maravilhosa! Quero muito ler O Símbolo Perdido, dizem que é o melhot dele.

beijos
Kel
www.porumaboaleitura.com.br

Aline Coelho disse... [Responder comentário]

Nossa que post interessante, vc apresentou vários pontos. Gostei da resenha e da sua opinião. Concordo que devemos ler os livros do Dan Brown sem levar para o pessoal nem ficar se perguntando se tal coisa é verdade ou não. Eu leio como um livro de ficção. Até agora já li três livros dele e tenho mais dois na minha estante para ler. Confesso que acho a narrativa e os enredos de seus livros interessantes demais, sabe quando algo estimula seu raciocínio!!!??? Enfim, parabéns pela leitura e resenha.

Bjos

Leituras, vida e paixões!!!

Patricia Martins Bueno disse... [Responder comentário]

Olá, tudo bem sim, e com vc?
Eu gosto bastante da escrita dele tbm, mesmo com todas aquelas críticas, como vc disse ele gosta muito de criticar a Igreja Católica, mas acho que devemos levar a história como ficção e não misturar as coisas como ele quer. Acho uma leitura muito gostosa, vc acaba lendo bem rápido por ser de fácil compreensão, mesmo com as coisas complexas que ele coloca pelo meio. É muito bom O Símbolo Perdido, é um dos melhores sim.
Beijo!

Patricia Martins Bueno disse... [Responder comentário]

Olá Aline, que bo que gostou! Eu tbm, toda vez que leio os livros dele levo como ficção. Eu já li todos dele, esse na verdade foi o que menos gostei msmo sendo mega interessante. Tbm gosto muito da narrativa e enredos dos livros dele, é tão interessante que vc acaba lendo super rápido pq vc quer saber logo o que acontece, e os finais dos livros dele são ótimos tbm, e surpreendentes né?
Beijo!

Inês Gabriela A. disse... [Responder comentário]

Aqui em casa nós temos este livro, eu ainda não li, mas não tenho vontade pois não faz muito meu estilo. Nem o filme eu não assisti, mas esse eu tenho vontade de ver. Muito bacana a resenha.

memorias-de-leitura.blogspot.com

DuLapa disse... [Responder comentário]

É o livro mais famoso de Dan, mas não considero o melhor, prefiro Anjos e Demônios. Todo o rebuliço foi causado pelo tema polêmico e só veio a tona mesmo com o lançamento do filme.
Sendo um livro de ficção, todas as críticas e tudo na obra são perfeitamente plausíveis, desde que o contexto possibilite isso, o que acontece em O Código da Vinci.
Como já comentei no post do Anjos e Demônios, acredito que filmes e livros devem ser avaliados com critérios distintos.
Adoro história e as incursões do personagem em vários momentos históricos, o suspense, a ação, os enigmas, e o personagem do prof. Langdon, tudo isso forma uma obra maravilhosa.
Um ótimo livro e um ótimo filme!

Abraços DuLapa
Blog DuLapa - www.dulapa.com.br

Gyh Callado disse... [Responder comentário]

Quero ler esse livro ainda esse ano (se possível)

Flor, te indiquei a uma tag lá no blog ;)
http://meumundoemletras-gyh.blogspot.com.br/2014/01/tag-primeiro-e-ultimo.html#.UtLQGfRDuw8

mariana lima disse... [Responder comentário]

Eu cheguei a ler esse e o anjos e demônios dele, e nossa não sei nem explicar o quanto eu amei a leitura. ele escreve muito bem e a historia é incrível. Não tenho palavras para descrever.
Facebook: Teorema de Mary
Blog: Teorema de Mari

Patricia Martins Bueno disse... [Responder comentário]

Ah, mas dê uma chance para ele sim, vc vai gostar, tbm não era meu tipo de leitura, mas qndo li amei!
Obrigada, que bom que gostou!
Beijo!

Patricia Martins Bueno disse... [Responder comentário]

Tbm prefiro anjos e demônios, tanto que para esse dei 4 estrelas e para o outro 5. Eu considero ele como livro de ficção, algo irreal, mesmo que tenha gente que acredite no que ele diz para mim não passa de histórias que foram modificadas para atingir o objetivo dele, tanto que muita coisa no livro já foi provada que estava errada. O que gosto nas histórias do prof Langdon é isso tbm, o suspense e enigmas que cercam a história.
Tbm acho ótimo tanto o livro quanto o filme.
Beijo!

Patricia Martins Bueno disse... [Responder comentário]

Leia sim, vc não vai se arrepender!
Pode deixar, vou lá ver sim, obrigada pela indicação!
Beijo!

Patricia Martins Bueno disse... [Responder comentário]

São livros ótimos mesmo né? Adoro todos os livros dele, acho uma leitura ao mesmo tempo fácil e fascinante!
Beijo!

António Jesus Batalha disse... [Responder comentário]

Ao passar pela net encontrei seu blog, estive a ver e ler alguma postagens é um bom blog, daqueles que gostamos de visitar, e ficar mais um pouco.
Eu também tenho um blog, Peregrino E servo, se desejar fazer uma visita
Ficarei radiante se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais, saiba que sempre retribuo seguido também o seu blog. Deixo os meus cumprimentos e saudações.
Sou António Batalha.

Patricia Martins Bueno disse... [Responder comentário]

Olá António! Fico muito feliz que tenha gostado, volte sempre! Pode deixar, vou acessar seu blog sim!
Beijo!

Paula Lopes disse... [Responder comentário]

Adoro Dan Brown. Não consegui ler o livro ainda, mas tenho muita vontade. Os outros eu já li. Também amei o filme. Tenha uma semana abençoada, beijos!

Blog Paisagem de Janela
paisagemdejanela.blogspot.com.br

Aritana Turquete disse... [Responder comentário]

Eu tenho muita vontade de ler esse livro. E fico imaginando se eu sou a única que nunca o li HEUAHEUAHEU.
Adorei seu blog, Patrícia. E já estou retribuindo!
Beijos e sucesso.

meuinteriorinfinito.blogspot.com
www.facebook.com/meuinteriorinfinito

Patricia Martins Bueno disse... [Responder comentário]

Dan Brown é ótimo! Leia o livro sim, vc vai amar!
Beijo!

Patricia Martins Bueno disse... [Responder comentário]

É um ótimo livro! Vc deveria ler! hahaha
Obrigada Aritana, que bom que gostou!
Beijo!

Bruna Baptista disse... [Responder comentário]

Adoro os livros do Dan Brown, acho que ele é um ótimo escritor e estuda bastante pra escrever seus livros, os livros dele me deixam sem dormir até decifrar todos os códigos e segredos! Adoro! Beijos e ja estou seguindo!
http://elaquerousar.blogspot.com

Hugo Sales disse... [Responder comentário]

Adorei a resenha, tenho o livro e nunca li. Fiquei com muita vontade, acho que essa é a hora. :)

http://legadodaspalavras.blogspot.com.br/

Patricia Martins Bueno disse... [Responder comentário]

Isso é verdade, ele deve estudar muito para contar tudo o que diz nos livros, mas tbm deve precisar de uma equipe bem grande para ajudar ele nessas pesquisas, acho que sozinho ele não faz né! hahaha
Eu tbm, só vou dormir qndo consigo entender tudo!
Beijo!

Patricia Martins Bueno disse... [Responder comentário]

Que bom que gostou! Ah, dê uma chance ao Dan e leia sim, vc não vai se arrepender! hahaha
Beijo!

Mirelle Marques disse... [Responder comentário]

Esse é um livro que eu ganhei de aniversário a séculos atrás e não consegui ler até hoje! Ele está na minha listinha de vou ler esse ano. Resolvi dar mais uma chance a ele, espero que eu mude de ideia! rsrs

Beijinhos
blog-belavida.blogspot.com (meu mundo em tons pastéis)

Patricia Martins Bueno disse... [Responder comentário]

Dê mais uma chance ao Dan sim e e leia ele! Na verdade esse livroeu não acheo o melhor dele, mas também não deixa de ser bom!
Beijo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Topo